Domingo, 17 de Outubro de 2021

POLÍCIA
Publicada em 23/08/21 às 15:33h - 5419 visualizações
Tentativa de feminicídio em Ourilândia do Norte deixa mulher em estado grave de saúde
Léia já saiu da UTI e se recupera

Jornal O Niquel



Na tarde de hoje segunda feira (23) Léia saiu da UTI  e se recupera

Na noite deste último sábado, dia 21 de agosto, durante uma discussão, uma mulher identificada como Léia Silva de Sousa, foi atingida por vários golpes de faca por dono de um bar em Ourilândia do Norte, no sul do Pará.

Segundo o relato de testemunhas, Léia, estava feliz por ter sido contratada para um novo emprego e no sábado (21), por voltas das 20h, ela passou pelo bar de RAIMUNDO JOSÉ AROUCHA FREITAS, que era seu amigo. Ele serviu uma sopa e ela pediu uma bebida e uma música para comemorar. A discussão teria se iniciado por causa do volume da música. Raimundo a ameaçou para baixar o som, falando que para não mexer no som, volume, que ele mataria, ela respondeu você não mata nada e continuou sua refeição. Raimundo entrou na casa e começou amolar uma faca e já voltou atacando violentamente Léia com facadas nas costas, no pescoço, no rosto e decepou um dos seus braços. Mesmo já estando toda ensanguentada e ferida, ela ainda chutou o rosto da vítima.






De imediato, ela foi socorrida e encaminhada para o hospital particular Santa Lúcia de Ourilândia. Posteriormente, ela foi levada para o Hospital Regional Público do Araguaia em Redenção, onde ficou em um leito de UTI, ela já foi submetida a quatro cirurgias e aguarda recuperação. O ex-esposo de Léia, que já foi vereador no município de Ourilândia, postou um vídeo nas suas redes sociais pedindo orações pela recuperação dela, na hora de sair, reclamou da secretaria municipal de saúde que não disponibilizou balão de oxigênio, diante da situação grave.



Raimundo José chegou em Ourilândia há muito tempo mas ninguém sabia do seu paradeiro. A população o ajudou a construir uma casa onde ele montou o seu estabelecimento. Raimundo apresentava alguns problemas de saúde, mas nunca aceitou fazer ficha no hospital, o que levantava suspeita. Agora, após essa tragédia, a polícia checou seus antecedentes e descobriu que ele já havia cometido assassinato no estado do Maranhão, matou uma mulher. Até o momento ele não foi encontrado mas a polícia faz diligências para prendê-lo.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


(94)99105 2029






Videos

ANIVERSARIANTES DO MÊS
Héctor Eudóxio Lima Coimbra Leal. 30.09
Cidade: OURILANDIA DO NORTE
OUVINTE DO MÊS



Nenhum registro encontrado



Estatísticas
Visitas: 903060 Usuários Online: 168



Copyright (c) 2021 - Jornal O Niquel - Todos os direitos reservados